A Riverbed Technology, empresa de TI, apresentou seu novo modelo de appliance de armazenamento na nuvem Whitewater® para lidar com grandes cargas de dados de backup e com a próxima geração do sistema operacional. Trata-se da nova ferramenta Whitewater 3010 que oferece quatro vezes a capacidade de armazenamento local em relação aos modelos anteriores para direcionar os requerimentos de grande escala corporativa.

ww-deployment (1)

Além disso, a Riverbed® está lançando a versão 2.0 do Sistema Operacional Whitewater (WWOS), que foi desenvolvido para desempenho de nível empresarial, com alta escalabilidade e administração simplificada. Os appliances Whitewater que rodarem o WWOS 2.0 permitirão que as empresas impulsionem seu armazenamento na nuvem para atender requerimentos críticos de backup, além de propiciar a modernização das estratégias de gerenciamento de dados e conseguir vencer os desafios criados pelo acelerado ritmo de crescimento de dados.

As appliances Whitewater modernizam a proteção de dados e agilizam as operações de TI para organizações de todos os tamanhos. Além de eliminarem o uso da fita, melhoram a prontidão da recuperação de desastres, e são integradas facilmente a aplicações de software de proteção de dados existentes, reduzindo custos de 30% a 50% em comparação às soluções de fitas e de discos replicados. O resultado é um rápido retorno de investimento que impulsiona a nuvem para armazenamento de backup e como um local seguro de recuperação de desastres.

“O backup é um dos líderes de uso da cloud pública, pois as empresas estão cada vez mais aumentando a exploração e a adoção de armazenamento em nuvens públicas. Esse armazenamento deve crescer em um índice anual de 33,6%, indicando que o gasto mundial poderá chegar a US$ 9,2 bilhões em 2015,” afirma Laura Dubois, vice-presidente de Prática de Armazenamento do IDC. “Os provedores de serviços e usuários também estão impulsionando as appliances de gateway de armazenamento na nuvem para obterem serviços com custo-benefício atraente, de maneira ágil, segura e transparente para suas cargas de backup”.

Por décadas, as empresas confiaram em backups feitos em fitas. Agora, o crescimento do volume de dados está colocando as companhias em risco, uma vez que o processo de recuperação de dados dessas fitas normalmente excede os acordos de nível de serviço (SLAs) exigidos pelo negócio.

A opção do backup baseado em disco replicado tornou-se uma solução muito cara para os departamentos de TI devido ao alto volume de dados. Como resultado, a proteção de dados está se tornando uma dificuldade crescente e uma tarefa cara e complexa para as empresas. Ao mesmo tempo, os preços de armazenamento na nuvem continuam baixando, tornando-se mais atrativos.

Eliminando o backup em fitas, os administradores da área de TI ficam livres de tarefas rotineiras e podem dar foco em projetos estratégicos e de alto valor para os negócios da empresa. Com a instalação das appliances Whitewater, as empresas podem começar a mover dados para a nuvem em menos de uma hora, conectando aplicações de proteção de dados a fornecedores de serviços na nuvem sem mudanças na infraestrutura, nos agendamentos e nas políticas já existentes.

ww_works_1

 

Appliance Whitewater 3010
Com quatro vezes mais armazenamento de disco e duas vezes mais RAM dos que os maiores modelos Whitewater anteriores, a appliance Whitewater 3010 permite que as empresas melhorem a proteção de dados, implementem um armazenamento de backup de baixo custo e se beneficiem do armazenamento na nuvem com pagamento sob demanda – por uso.

Sistema Operacional Whitewater 2.0
Com o novo WWOS 2.0, a Riverbed está introduzindo novos recursos que permitem às empresas terem backup e recuperações mais eficientes, bem como administração centralizada e suporte remoto.
• Capacidade aumentada – as empresas podem mudar para a nuvem com confiança, pois grandes backups são suportados. Quando usado com a appliance Whitewater 3010, as empresas podem ter um suporte de até 32 TB de armazenamento local deduplicado e 160 TB de armazenamento na nuvem deduplicado. Esse aumento de capacidade representa um total de dados de 1,6 PB a 4,8 PB.

• Desempenho melhorado – para assegurar que os backups possam ser feitos durante uma janela apertada, o WWOS 2.0 oferece desempenho aumentado para um processamento mais rápido de grandes volumes de backup. Com a appliance Whitewater 3010, as empresas podem perceber uma melhora de performance de até 50% em relação aos modelos anteriores.

• Dashboard de gerenciamento – para assegurar a proteção de dados críticos para o negócio, um novo dashboard de gerenciamento empresarial fornece aos usuários monitoria em tempo real e relatórios avançados para melhor analisar, monitorar e gerenciar os processos de backup na nuvem.

• Gerenciamento remoto – as empresas podem controlar remotamente e centralizar a administração das appliances Whitewater, utilizando a tecnologia de gerenciamento “lights-out” para reiniciar computadores, desligá-los ou monitorar um ou mais appliances.
• Alerta pró-ativo – para eliminar problemas antes do impacto nas operações, as empresas podem configurar alertas para notificar os administradores quando problemas críticos são projetados.

• Integração do Diretório Ativo do Windows – as empresas podem agilizar as operações e melhorar a segurança ao centralizar o gerenciamento do acesso do usuário às appliances Whitewater, impulsionando as políticas e as instalações do Diretório Ativo do Windows.

Para obter mais informações sobre as appliances de gateway de armazenamento na nuvem Whitewater, visite http://www.riverbed.com/whitewater. Ou consulte um dos nossos consultores.

Renato Sicchiroli – Diretor Pise4

error: Content is protected !!